Home » Peritagens Técnicas Edificios

Peritagens Técnicas Edificios

 - peritos avaliadores


Os nossos principais clientes são  Empresas seguradoras, Promotores imobiliários, Gestores de condominios, Tribunais e Proprietários particulares. Todos os nossos Relatórios são Detalhados onde constam um completo conjunto de informações, relacionadas com a Análise geral das patologias existentes, bem como Propostas para a sua resolução e estimativa de custos. Os serviços que prestamos são essencialmente orientados para:

- O levantamento e registo de patologias da construção civil; 

- Realização de ensaios e medições com o apoio de Laboratórios independentes e certificados; 

- Análise de patologias oriundas de causas naturais (sinistros) ou humanas; 

- Peritagens técnicas para osTribunais. 

 

 - peritos avaliadores

  

Todas as construções estão sujeitas aos efeitos de agentes interiores ou exteriores, que induzem a consequências de vária ordem nestas. Destes efeitos resultam movimentos e frequentemente tensões nos materiais e elementos construtivos, que dão origem a patologias de vária ordem. 

A maior parte das vezes, os materiais de construção ou por má aplicação ou através do tempo, vão perdendo qualidades com o uso e/ou por efeito dos agentes atmosféricos, mesmo aqueles que se revelaram eficazes ao longo de várias décadas acabam sempre, mais cedo ou mais tarde, por necessitarem de reparação/substituição, dando quase sempre origem ao aparecimento de bolor e humidade. 

Apesar da preocupação recente em torno da sua presença em casas e empresas, o bolor existe no nosso ambiente há muito mais tempo. O impacto do bolor na saúde depende da concentração de esporos na área circundante e do efeito alérgico num indivíduo. Os problemas de saúde potenciais associados à exposição ao bolor podem assumir a forma de reacções alérgicas ou asma. O problema não se limita às residências. Os edifícios comerciais com acumulação de humidade devido a condensação ou fugas são um candidato à formação de bolor. O bolor assumiu-se como um tema de grande discussão, ao ponto de o Congresso Americano ter aprovado uma lei denominada "Acto Americano de Protecção e Segurança Contra o Bolor" de 2002 , também conhecido como "a lei Melina". 

Neste sentido através dos nossos Relatórios terá uma informação precisa sobre as condições actuais dos seus edificios e qual a melhor estratégia de intervenção nos mesmos.

 - peritos avaliadores

Para a sua elaboração utilizamos vários tipos de equipamentos de acordo com as patologias detectadas, tais como:

Câmaras Termográficas para Diagnósticos em Edifícios

Componentes normalmente inspeccionados:

Paredes, telhados, Janelas, Portas, AVAC, Aquecimento de pavimentos. 

A aplicação da radiação infravermelha ou termografia é o uso de uma câmera infravermelha para «ver» ou «medir» a energia térmica que é emitida pelo objeto ou material existente na natureza. A energia térmica ou infravermelha é luz não visível, já que seu comprimento de onda é muito longo para ser detectado pelo olho humano. Faz parte do espectro eletromagnético e é percebida pela pele como sensação de calor. Ao contrário da luz visível, no mundo infravermelho, todos os materiais com uma temperatura acima de zero absoluto emitem calor. Mesmo os objetos muito frios, como cubos de gelo, emitem luz infravermelha. 

Análise da Radiação Infravermelha

Quanto mais alta a temperatura do objeto maior será a radiação infravermelha emitida. A radiação infravermelha permite ver o que os olhos não vêm. As câmeras de termografia infravermelha produzem imagens visuais da radiação infravermelha e calculam medições precisas de temperatura sem contacto com o objecto. Em geral, quase todo o componente elétrico e mecânico fica sobreaquecido antes de falhar, o que faz as câmeras infravermelhas ferramentas diagnósticas extremamente valiosas para a detecção precoce de falhas. O seu uso tem-se generalizado na análise e procura de correcções de patologias na construção civil.

Razões comuns para pontos quentes ou desvios de temperatura

Verificação de isolamento, tal como isolamento indevidamente instalado ou em falta; 
Inspecção de telhados;
As fugas permitem a entrada de água no isolamento; 
Avaliação da construção;
Localizar a fuga de ar Infiltração de humidade;
Danos no isolamento e materiais de construção;
Detecção de bolor; 
Formação de pontes térmicas em juntas entre paredes;
Perda de calor através de vedantes em janelas de vidros múltiplos; 
Condutas de ar quente danificadas/fugas em linhas de água ou aspersores subterrâneos 

 - peritos avaliadores

O primeiro procedimento de diagnóstico para determinar o desempenho termográfico de aplicações de revestimento é a termografia por infravermelhos. Pode ser usada para identificar perdas de calor e frio causadas por uma construção deficiente, a falta ou inadequação de isolamento e a infiltração de humidade. A correcção dos defeitos é essencial para a melhoria da eficiência dos edifícios e para a integridade estrutural.

 - peritos avaliadores

Medidor digital não destrutivo para medição do teor de humidade


Medição instantânea, não destrutiva, de humidade em madeira, estuque, blocos de parede de betão, ladrilhos de cerâmica, tijolo, telhados e outros materiais encontrados na construção.

 

 

Análise do teor de Monóxido de Carbono em recintos fechados. 

 


Uma intoxicação por monóxido de carbono ocorre após uma inalação suficiente de monóxido de carbono (CO). Este gás tóxico é incolor, inodoro, insípido e de início não irritante, sendo por isso muito difícil às pessoas detetarem a sua presença, utilizando-se para o efeito Detectores de Monóxido de Carbono. A sua origem é quase sempre oriunda de má execução ou inexistência de sistemas de ventilação nas garagens e recintos fechados, estando este facto associado a um número elevado de mortes no nosso país. As intoxicações por monóxido de carbono constituem um dos mais comuns tipos de envenenamento fatal em vários países. Os automóveis recentes, mesmo com combustão controlada eletronicamente e dispondo de conversores cataliticos, podem ainda assim produzir níveis de monóxido de carbono potencialmente fatais se a vítima estiver numa garagem e o gás de escape não possa sair normalmente do espaço em causa. 

 

Algumas das patologias mais detectadas em edificios:

 

As mais comuns são derivadas a infiltrações, problemas de humidade, bolor, descasque de betão, raizes de árvores em esgotos, roturas de canalização de água, roturas em sistemas de drenagem de esgotos, monóxido de carbono em recintos fechados, inundações.

 

Diagnósticos em Edifícios

Telhados                                                                                                                           

As membranas de telhados planos são as barreiras à prova de água entre os elementos exteriores e o interior dos edifícios. Existem numa variedade de materiais e designs. Devem ser capazes de expandir e contrair, resistir a ventos fortes e aos efeitos da radiação solar e suportar a passagem de pessoas. É fácil compreender porque os telhados apresentam fugas. 

 

Manutenção Preventiva

Edifícios podem ser vistoriados rápidamente com um câmara termográfica, identificando problemas não visíveis a olho nu. 

 

 

peritos avaliadores

peritos avaliadores